Deus me escolheu a mim: porquê…

Publié le par Tonio

Centro Cristão de Evangelização. Mensagem do dia 29 de Julho de 2021.

Assim veio a mim a Palavra do Senhor, dizendo:

Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci: e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta.

Jeremias 1:4-5.

Deus me escolheu a mim: porquê… se eu era um homem como todos os outros.

 

Amados, quando lemos os primeiros capítulos do profeta, descobrimos que Jeremias era um homem que preenchia perfeitamente o homem enviado a Israel para que o povo fosse avisado dos seus erros e qual era a perfeita vontade do Senhor para eles.

Após a morte de Salomão, Israel se tinha dividido em dois reinos rivais: Reino do Norte, (Israel), e Reino do Sul, (Judá).

Jeremias era um natural, residente de uma vila ao norte de Jerusalém, capital do Reino do Sul. Ele viveu e profetizou durante os reinados dos últimos cinco reis de Judá. Um tempo caótico: em termos políticos, morais e espirituais.

Ele era muito jovem quando lhe foi confiada a pesada missão: anunciar o julgamento a um povo que não queria escutar.

Então Deus, antes que ele se envolvesse, respondeu às suas desesperadas questões.

Amados, não estará porventura a acontecer o mesmo nos nossos dias? Qual tem sido a sua obediência ao apelo do Senhor?  

IDE POR TODO O MUNDO E PREGAI QUAL A MINHA VONTADE. ENSINAI!

Pregai, ensinai a minha vontade! Amai-vos uns aos outros como eu vos amei!

A pergunta que eu faço hoje é a seguinte: temos nós respondido ao apelo do Senhor?

Todos nós cristãos, (à semelhança de Jeremias), um dia temos recebido um convite, (Palavra de Deus), onde figuram todos os nossos direitos e obrigações. É evidente que o seu cumprimento vai depender do nosso amor pelo mundo como Ele mesmo nos amou!

Deus respondeu a Jeremias de uma forma radical e Seu recado ficou para nós como Único exemplo. Esta foi a afirmação do Eterno Deus:

Antes que eu te formasse no ventre: te conheci e escolhi.

Essa afirmação responde às nossas dúvidas: Quem sou eu e que posso eu fazer”?

O nosso nascimento não foi um fruto qualquer mas um ato deliberado de Deus, que usando as leis naturais, decretadas por Ele mesmo, continua a ser o Seu plano de amor para toda a Sua Criação.

Por isso queridos, cuidado. Não podemos ignorar: QUE SOMOS OBRA-PRIMA DAS SUAS MÃOS.

Únicos no género, para que à semelhança do Salmista David, possamos sinceramente e de todo o coração, ser gratos pelo Seu grande amor:

Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado: Maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem”. Salmos 139:14.

 

Eu te conheci.

Esta é a resposta à nossa dúvida Amados. Quem vai acreditar e se mover ao apelo do Senhor)?

Tenha a certeza que Deus não se contentou apenas em nos ter criado. Ele conhece as nossas limitações assim que as nossas fraquezas e se serve de tudo que somos para nos fazer participar no Seu plano de salvação para o um mundo sem fonte segura da sua salvação.

O Apóstolo Paulo é um outro exemplo para nós. Ele era bem consciente da sua missão:

“Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou e chamou pela sua graça, revelar seu Filho em mim, para que O pregasse entre os gentios, não consultei carne nem sangue”. Gálatas 1:15.

Te santifiquei.

Uma sublime resposta à nossa persistente questão: quem me capacitará? Pois que Deus, Soberanamente nos criou e predestinou destinou para a Sua obra.

Ele nos quer privilegiar de uma formação personalizada: para que nos sintamos à altura de Lhe ser útil.

A Bíblia nos faz saber, a que ponto, (foram dados (por Ele), aos homens): em diferentes projetos e tarefas! Reconheçamos casos como o de José, Moisés, David, etc…

Te estabeleci, te dei por profeta às nações.

Uma resposta importante aos mais duvidosos. “Quem me susterá”?

Amados, quando Deus nos confia um trabalho, pensa que Ele nos deixará sós face às provas que nos esperam? Claro que não.

O exemplo de Jeremias nos mostra que o Eterno Deus livrou o Seu profeta dos enormes perigos aos quais ele teria sido confrontado por causa da maldade dos homens: Não agirá Ele também, da mesma maneira conosco?

São porventura mais fáceis os dias de hoje? O inimigo é diferente? Claro que não. Só o nosso Amado Senhor Jesus nos pode responder. Ele afirmou:

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz: no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo: eu venci o mundo”. Evangelho de João 16:33.

Amados, ó quão seguro é, e a Paz que vai no nosso coração, ao saber que Deus nos ama! Ele tem todas as saídas possíveis para a nossa vida.

Porque procurar passar, uns à frente dos outros aqui na terra, se, quando chegarmos ao céu, nosso nome não estiver escrito no Livro da Vida?

Examine-se o homem a si mesmo, é o conselho de Deus. Amém.

 

António Soares.

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :
Commenter cet article